Um desejo de muitos brasileiros atualmente. Como obter a permanência no exterior através do intercâmbio.

Enfim, isso anda mexendo com a cabeça de muitos brasileiros, principalmente os mais jovens, em um cenário pós pandemia.

Uma corrida, uma busca insana em busca de melhores oportunidades fora do Brasil, devido a isso, o intercâmbio voluntário ganha forças. Certamente, é o meio mais barato de se chegar ao exterior de forma legal e investindo as vezes 10% do que uma agência cobraria.

 Seria possível permanecer no exterior após o intercâmbio? Sim, há boas oportunidades?

Se antes da pandemia nossa economia não era satisfatória, imagine agora. Em suma, vemos um cenário de desemprego, baixos salários, uma crise econômica avassaladora onde não se sabe quando entraremos em normalidade.

A principio, um curso universitário, na grande maioria das vezes, não resulta em melhores oportunidades, com salários maiores. Assim, a criatividade ajuda, e o Intercâmbio voluntário é uma dessas raras possibilidades de transformação através dos benefícios de uma temporada fora do Brasil.

Do outro lado, jamais se viu tantas oportunidades fora do Brasil, grande parte dos países sofrem com falta de mão de obra.

Assim, a oportunidade de permanecer no exterior é possível. Primeiramente, estando nesses países em intercâmbio, é possível estar de frente e legalmente de olho nas oportunidades.

Intercâmbio Voluntário, o que é, como funciona?

Existem milhares de comunidades no exterior, funcionam a mais de 50 anos e oferecem vagas de intercâmbio a cidadãos de qualquer parte do mundo, inclusive para brasileiros.

Primeiramente, a atividade é 100% legal, fiscalizada e muito comum no exterior. Somente no Brasil é pouco difundida, é claro, por interesses econômicos.

Certamente, é a maneira mais fácil de estar no exterior, e de baixíssimo custo, em se comparando com os valores cobrados por agência. Também, é de grande valia não haver necessidade de intermediários para essa conquista.

Assim, estando em uma comunidade, você troca as suas habilidades ou seu tempo por hospedagem e alimentação, ou seja, realizando um trabalho que na maioria das vezes é extremamente simples. Para isso,  você recebe em troca alimentação e hospedagem, e muitos casos, ajuda de custo.

O que são as comunidades

São inúmeros os tipos, desde hotéis, hostels, camps, bibliotecas, escolas, fazendas e muitas outras incluindo casas de família.

Em suma, estando lá você vive a cultura do país, colabora e trocar experiências.

Nesses locais é a melhor maneira de viver uma imersão cultural aprender idiomas, desenvolver novas habilidades e causar impacto positivo no mundo.

Logo, você pode ajudar recepcionando hóspedes, cuidando de animais, ensinando o idioma, preparando refeições, tirando fotos, cuidando do Jardim e muito, muito mais.

Isso tudo sem exigência de diploma formação ou experiência na área. A principio, basta ter vontade, querer colaborar e ter mais de 18 anos.

Também, você pode viajar sozinho ou em dupla, seja com um amigo um familiar ou companheiro.

Segundo estimativas, o intercâmbio voluntário movimenta mais de 100 milhões de pessoas no mundo!

Como realizar um Intercâmbio voluntário e obter a permanencia no exterior

A principio, estamos em um momento diferente, onde vários países do mundo enfrentam escassez de mão de obra. Falta mão de obra em hospitais, restaurantes, logística e toda área de serviços, isso em vários países do mundo.

Também, é comum encontrarmos notícias de estabelecimentos fecharem antes do horário por falta de mão de obra. Então, estando no país e perto dos contatos e oportunidades é sim possível conquistar uma vaga de trabalho de forma legal e com contrato.

Certamente, cada país possui regras, cabe analisar cada um e suas especificidades. Alguns países na Europa concedem visto permanente após 5 anos de trabalho no país com contrato.

Então, em tempos de escassez de emprego e renda, certamente é a melhor alternativa, antes ou após a  faculdade, em qualquer momento. O intercâmbio Voluntário é uma das melhores oportunidades de experiência pratica e aprendizado.